LEÃO MAGNO, SERMÕES – LEÃO MAGNO

0 Ações
0
0
0

Leão Magno. Sermões. São Paulo: Paulus. Vol. 6 da coleção.

O volume 6 é uma série de sermões de Leão Magno usados até hoje nas homilias. Gigante do século V. Negociou com Átila, o Uno, alguma paz para Roma.

  1. Deus não mede o valor da oferta, mas a dedicação e esforço de cada um
  2. Se deve evitar e denunciar os que são hereges
  3. Generosidade e uso dos bens materiais para os necessitados é uma ênfase de seus ensinos. A falta de generosidade pode fazer ricos verdadeiros miseráveis espirituais
  4. Quem é bom para os outros é bom para si mesmo porque se aperfeiçoa e será julgado por Deus
  5. Cristo não foi vitimado pelos nossos pecados porque os pagou voluntariamente não punindo (ainda) os homens quem não creram segundo seus pecados
  6. Como era impossível que o homem subisse até o divino, e isto ainda o é, Deus desceu até o homem. Por isto, qualquer forma de religião, pensamento, disposição da alma, ou qualquer outra manifestação humana que ignore ou despreze a disposição divina inicial é sempre um erro.
  7. O homem só estará em perfeita paz quanto todo seu ser estiver sob o domínio de Cristo: corpo e alma.
  8. É necessária a disciplina, assim como limites, regras e restrições porque o espírito e o corpo humano jamais se sujeitam voluntariamente.
  9. Um cristão não pode invejar a felicidade dos outros e nem se alegrar com o infortúnio de seus inimigos.
  10. O diabo inveja profundamente as virtudes que Cristo dá aos que o servem porque lhe são impossíveis e fatais.
  11. Não há nada mais perigoso e blasfemo do que desprezar a necessidade que temos de Cristo.
  12. Os que pedem perdão não podem pedir vingança.
  13. Não podemos esquecer que Cristo louvou a oferta de apenas duas moedinhas e está pronto a recompensar alguns que dão aos outros apenas um copo de água fria.
  14. As obras dos não crentes tem valor real, mas apenas temporal. As obras dos crentes, ainda que em algumas vezes não sejam reconhecidas e aparentemente não produzam os efeitos desejados, são eternas porque são feitas em Cristo.
  15. Os mandamentos funcionam como uma balança para nossas atitudes.
  16. Quem não estiver no amor dos irmãos não será contabilizado entre os filhos.
  17. Jesus se sujeitou voluntariamente ao mal deste mundo, mas o venceu na Cruz.
  18. A manifestação de Cristo e do Espírito ainda aconteceriam sem o pecado porque, além de vencê-lo, revelam o Pai e propiciam a vida que há somente nele.
0 Ações
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *